Eleições 2018 | Brasileiros escolhem entre Fernando Haddad e Jair Bolsonaro

Neste domingo, 28, o Brasil vai às urnas decidir o segundo turno das eleições, com a disputa do posto presidencial entre Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL), este último em significativa vantagem nas pesquisas de intenção de voto. Serão definidos também os governadores de 13 Estados e do Distrito Federal. No último fim de semana, eleitores foram às ruas manifestar seu apoio a Bolsonaro e Haddad. O resultado da apuração dos votos para o cargo de presidente da República começará após às 19h, com o fechamento dos colégios eleitorais no Acre, com fuso horário de duas horas a menos em relação a Brasília.


A fisioterapeuta Julia Vasconcelos, 32, diz ter ido votar com um livro na mão como forma de protesto contra Bolsonaro. "Me preocupa a forma como ele legitima a violência", diz ela, na zona Norte do Recife. "Se ele ganhar, temo pelas mulheres e pelos gays, pois acho que seria um retrocesso nos direitos dessas pessoas", afirma. Para ela, Bolsonaro pode tirar direitos trabalhistas caso eleito. "Além disso, acho que as pessoas que ele vai colocar nos ministérios não são preparadas. Não quero nem pensar em como vai ser".


Na zona Norte do Recife, a corretora de imóveis Julia Castro, 20, afirma que escolheu Bolsonaro porque acredita na mudança que ele pode trazer. "Já votei no PT e nada mudou", diz. Ela acredita que seu candidato pode investir principalmente em segurança pública e que, caso Haddad ganhe, as coisas continuarão iguais. "Se Haddad ganhar vai ficar tudo como está. Principalmente a corrupção".


Relacionado: Jair Messias Bolsonaro é eleito presidente do Brasil

Modelos de Curriculum Vitae (Downloads Gratuitos)

Currículo, emprego e cursos certificados

As 10 pinturas mais famosas do mundo