Aos 102 anos, professora continua a ensinar alunos nos EUA

Professora de 102 anos continua a ensinar alunos nos EUA


Atualizado em janeiro de 2017


Já pensou em continuar trabalhando até os 100 anos de idade? A norte-americana Agnes Zhelesnik, que está com 102 anos, é um exemplo de profissional que não quis deixar a carreira de lado. Agnes atua como professora em uma escola de educação básica nos Estados Unidos, e ganhou dos seus alunos o apelido de ''Granny'', que em inglês é uma forma carinhosa usada pelas crianças para se referirem às suas avós.


Considerada por seus colegas e outros profissionais da área como a professora mais velha dos EUA, desde os 81 anos, Agnes trabalha em período integral na The Sundance School, em New Jersey. As disciplinas ensinadas por ela são culinária e costura.

Em entrevista à revista norte-americana Time, a professora disse que pretende continuar ensinando até quando puder. ''Eu vou continuar até quando puder, fazendo os meus alunos felizes e os ajudando da melhor forma'', conta. Para seus colegas da The Sundace School, Agnes é um exemplo e uma inspiração.

''Ela é um ícone desta escola'', diz Benjamin Foz, diretor da instituição. ''Além disso, ela faz uma comida deliciosa e deixa a escola inteira com um cheiro maravilhoso. Ela nos faz muito feliz, os alunos estão sempre a abraçando. É como se fossemos uma família e ela a nossa avó'', completa.