+A +/- -A

Operação batizada de 'Open Bar' deixa 5 presos em Santa Catarina

Operação batizada de 'Open Bar' deixa 5 presos em Santa Catarina


Santa Catarina – outubro de 2016


Cinco suspeitos de lesar em até R$ 700 mil uma rede varejista de Santa Catarina foram presos pela Polícia Civil em Florianópolis, São José, Palhoça e Balneário Camboriú dentro da operação 'Open Bar'. Entre eles, está  um empresário de 41 anos, suspeito de liderar a quadrilha. Ao ser preso, ele apresentou um nome falso, conforme a Polícia Civil.


Ainda de acordo com os policiais, o homem estava foragido de Minas Gerais por estelionato, condenado a 17 anos de prisão por uma fraude contra uma instituição financeira.

Durante a operação em Santa Catarina, na segunda-feira (24), foram apreendidos três caminhões, carros de luxo, avaliados em R$ 1 milhão, que pertenciam ao líder da quadrilha, além de cartões bancários e outros documentos.


Fraude

De acordo com os policiais, os suspeitos compravam bebidas, como cervejas e refrigerantes, por valores entre R$ 70 mil e R$ 50 mil, e, depois de pagar com cartões de crédito, estornavam o valor.

A polícia investiga se funcionários desta rede varejista tinham participação no crime. ''Os outros envolvidos faziam o carregamento da mercadoria para a distribuidora'', relatou o delegado Raphael Werling de Oliveira.

Conforme Werling, durante a investigação policial, foi apurado que o empresário usou um terceiro nome falso para abrir outra distribuidora de bebidas, em São José.