Governo de Santa Catarina homologa decreto de calamidade pública de Tubarão

Governo de Santa Catarina homologa decreto de calamidade pública de Tubarão


Santa Catarina outubro de 2016


O governo de Santa Catarina homologou na quarta-feira (26) o estado de calamidade pública decretado em Tubarão, no Sul, após o vendaval que atingiu a cidade em 16 de outubro. Segundo a Defesa Civil, o documento foi encaminhado a Brasília para reconhecimento do governo federal.


De acordo com o boletim de sexta (21) da Defesa Civil estadual, 97.298 pessoas foram afetadas em Tubarão pelas chuvas. Conforme a prefeitura, depois da publicação do reconhecimento no Diário Oficial da União, o município poderá solicitar recursos da esfera nacional para reconstruir a cidade.

"O município excedeu a capacidade de responder à crise instalada e gerenciá-la. Assim busca a captação de recursos para dar uma resposta imediata à população impactada", disse secretária de Proteção e Defesa Civil, Elna Fátima Pires.

Solidariedade

O município recebe doações para a população prejudicada pelo vendaval e material de limpeza, higiene e alimentos. Não há mais necessidade de doação de roupas.

As doações podem ser feitas na Arena Multiuso, na rua Afonso Pena, no antigo aeroporto. Segundo a prefeitura, a principal necessidade é material de construção, principalmente telhas, tijolos e cimento. Alimentos não perecíveis também são recebidos, como arroz, feijão, leite, enlatados.


A prefeitura realiza a triagem e assistência social e já realizou o cadastro das famílias que precisam das doações.

Prejuízos

Além dos quase 100 mil atingidos em Tubarão, uma menina de 7 anos morreu na cidade no domingo (16). Ao todo, 21 ficaram feridos. Oito ficaram desabrigados e 8 desabrigados e 3.512, desalojados. Foram mil casas e 30 instalações públicas atingidas.




Modelos de Curriculum Vitae (Downloads Gratuitos)

Currículo, emprego e cursos certificados

As 10 pinturas mais famosas do mundo