Espécie de Google para crianças não permite busca por palavrões e nudez

Espécie de Google para crianças não permite busca por palavrões e nudez


A internet é um mundo infinito de informações. Qualquer pessoa que saiba usar um site de buscas consegue ter acesso a diversos tipos de conteúdo. Mas até que ponto isso é favorável? Para os pais de crianças, por exemplo, pode ser algo preocupante, já que não é sempre que se é possível ter um filtro ou fazer monitoramento do que os filhos podem ver online.

Uma criação, no entanto, vai mudar a situação. O lançamento é o Kiddle, que se trata de um buscador para crianças que tem um simpático robô como ícone. O recurso utiliza a tecnologia de pesquisas do Google, mas não é um serviço oficial do gigante de buscas.


A novidade não permitirá a navegação por páginas com conteúdo para adultos. O buscador tem suas três páginas iniciais voltadas para crianças e as outras mais direcionadas aos adultos, contudo, elas são filtradas. Segundo o site, os resultados ocultam opções enganosas ou com material para adultos como nudez, violência, drogas e outros assuntos muito populares em toda a rede.

Por exemplo: se a busca for por ''palavrões'', aparecerá a imagem do robô 'irado' (literalmente falando) e uma afirmação de desaprovação pelo que foi pesquisado.


Em outro caso, se a criança buscar por um artista famoso que aparece em situações chocantes em determinadas fotos, como nudez, por exemplo, o Kiddle não mostrará isso, exibindo apenas os resultados ''publicáveis''.

Para usar o buscador, basta acessar o site www.kiddle.co