5 Aplicativos para encontrar o emprego ideal

5 Aplicativos para encontrar o emprego ideal


Quem pensa que para encontrar um novo emprego basta escolher a área de atuação está muito enganado. Ao buscar um local para trabalhar, o profissional deve considerar se a empresa para onde está indo se identifica com seu perfil, seus valores e objetivos.

O mesmo vale para os recrutadores, que querem encontrar o talento perfeito para cada vaga de acordo com as políticas da organização.

Além disso, a frieza como os processos seletivos são tratados muitas vezes pode fazer com que o profissional se dedique a uma vaga em uma companhia que nada tem a ver com suas expectativas.

Afinal, como saber se a companhia tem um ambiente mais descontraído, mais corporativo, se o seu escritório é adequado para o trabalho e se ele fica próximo de onde você mora?


Pensando nisso, muitos empreendedores partiram para a lógica dos sites e apps de paquera: eles querem dar um 'match' entre companhias e profissionais e trazer mais harmonia aos ambientes de trabalho.

''Se você erra na porta de entrada da sua empresa, o prejuízo depois pode ser enorme'', afirma a empreendedora Isabella Arruda Botelho, criadora da plataforma PinPeople.

Para te ajudar a conseguir o trabalho ideal, o Boas Escolhas selecionou cinco opções de aplicativos e sites específicos para buscar oportunidades de trabalho pelo país de acordo com seu perfil.


Com foco no recrutamento personalizado para profissionais de TI, a GoTalent foi criada em 2014 e permite encontrar oportunidades de emprego nas companhias de acordo com as habilidades apontadas nos currículos dos usuários e de cada vaga publicada.

Como funciona: o candidato cadastra todas as suas competências no serviço e o tipo de vaga que deseja buscar (estágio, trainee, júnior, pleno, etc.).

A GoTalent, então, cruza as informações do usuário com as oportunidades compatíveis com seu perfil em uma espécie de ''match'', o qual mostra o nível de identificação daquele profissional com o emprego de 0 a 100%. Caso a pessoa se interesse em disputar a vaga, ela se inscreve no próprio site e a entrevista poderá ser feita por vídeo chamada.


Encontrar um trabalho próximo de casa é um desafio para muitos profissionais. E se uma plataforma pode ajudar o candidato a encontrar uma oportunidade de acordo com sua localização, por que não usá-la?

A proposta do Emprego Ligado é fazer com que pessoas de baixa renda não precisem mais se deslocar tanto para trabalhar. Com o aplicativo, mesmo aqueles que não possuem computador conseguem receber vagas de emprego pelo próprio celular.

Como ele funciona: o usuário se cadastra pela página da web ou pelo celular. É preciso informar o grau de escolaridade e as áreas de trabalho de maior interesse – que pode ser desde telemarketing até construção e restaurantes. Depois, o candidato passa a receber e visualizar vagas de acordo com sua cidade e localização atual e pode agendar entrevistas.


Depois de 18 anos morando no Brasil, o empreendedor Osama Khozondar, de São Paulo, percebeu a dificuldade que tinha para encontrar funcionários qualificados para seus negócios. E como nem sempre a velha indicação dava certo, ele teve a ideia de lançar o aplicativo Worker Hunt, a fim de facilitar a busca por profissionais em qualquer área de atuação.

O serviço disponível em navegadores e para smartphones já tem mais de 4 mil usuários cadastrados em todo o país, com as ocupações de arquiteto e babá como as mais requisitadas por empresas.

Como ele funciona: o profissional se cadastra pelo site ou aplicativo e deve selecionar uma das três categorias de perfil: Worker (para profissionais de qualquer área com ou sem diploma), TraineeWorker (para estagiários) ou FreeWorker (para qualquer pessoa em busca de trabalho fixo ou temporário como freelancer). Depois de atualizar o currículo, os dados do usuário ficarão disponíveis para consulta de empresas em busca de talentos nas proximidades. Também há recursos para indicações de pessoas, anexo de portfólio e galeria de fotos.

4. Biz.u

Cansados da maneira fria como muitos sites de vagas tratam os processos seletivos, os empreendedores Wagner Andrade, Fellipe Bazilio e Rafael Chaves resolveram criar um novo modelo de recrutamento que conectasse profissionais e empresas de acordo com suas personalidades.

A startup carioca surgiu a partir de um curso e recebeu R$: 300 mil em investimentos para colocar a ideia em prática.

Um dos maiores diferenciais para quem procura oportunidades no site é uma maior descrição sobre as companhias, além de vídeos mostrando o ambiente de trabalho e depoimentos de funcionários.

Como o site funciona: o candidato se cadastra e deve preencher uma pequena pesquisa com perguntas sobre comportamento.

Depois de responder, o usuário recebe os chamados ''Arquétipos pessoais'', que funcionam como qualidades-chave que são comparadas às da empresa.


Inspirada no site de relacionamentos eHarmony, a empreendedora Isabella Arruda Botelho e sua sócia, Verônica Mussi, criaram uma forma interessante de conectar profissionais e vagas no Brasil: a PinPeople. A plataforma usa a mesma lógica dos sites de paquera para dar um ''match'' entre companhias e candidatos, de forma que a oportunidade seja a melhor possível para ambos.

Como funciona: o profissional deve preencher um questionário chamado ''Jeito de Ser'' informando suas preferências sobre estilos de trabalho e seus principais valores.

A empresa cadastrada no serviço, por sua vez, deve enviar um formulário para que seus funcionários preencham. ''São eles que vão nos contar como a empresa é no dia a dia. Na sequência, consolidamos essas respostas e a empresa passa a ter seu perfil na PinPeople'', conta a empreendedora.

É a partir do cruzamento desses dados o site irá encontrar um local compatível com o que o internauta ou a companhia procuram no mercado.

As empresas podem usar a PinPeople de duas formas diferentes: na primeira, o site oferece um link para o recrutador mapear os internautas que entram no site ou nas redes sociais da companhia e manifestam interesse em trabalhar ali.

Os candidatos, então, podem preencher um questionário, que irá mostrar qual o nível de compatibilidade daquele profissional com a empresa.

No segundo método, a companhia pode ter acesso ilimitado ao banco de candidatos cadastrados na plataforma para identificar as pessoas que mais combinem com ela. O valor para ambos os modos depende do número de funcionários que a empresa tem atualmente.


Confira também: 10 Aplicativos para iOS, recomendados pela própria Apple
Confira também: 17 Aplicativos para Android, recomendados pelo próprio Google