Tomada de decisão e conflito de interesses

Tomada de decisão e conflito de interesses


Qual a melhor conduta quando não concordamos com decisões importantes? Com a globalização e a descentralização de unidades corporativas, é comum que uma decisão estratégica envolva diferentes equipes, com diversas funções e em muitas localidades.

Essa diversidade pode acarretar problemas de aceitação, caso os interesses não estejam alinhados. Por isso, é fundamental definir critérios que o auxiliem no processo de tomada de decisão.



Confira também: Como gerir conflitos em 6 passos
Confira também: 10 Características que podem destruir um líder


Como facilitar o processo de tomada de decisão: Definindo critérios

Acreditar que a colaboração pode acontecer automaticamente em todas as situações é um problema para a liderança. É preciso considerar as diferenças fundamentais que existem entre as divisões e funções da organização. Outra falha que o líder deve evitar é acreditar que existem incentivos que irão eliminar o conflito.

Para facilitar a tomada de decisão, os processos devem contribuir para desenvolver soluções e ouvir as ideias e sugestões de todos os grupos envolvidos, estimulando a participação e a cooperação. Caso não solucione o conflito, esse tipo de ação ajuda a definir quais são os problemas comuns e as possíveis soluções que podem surgir dos diferentes grupos.

Para compensar e estabelecer os melhores critérios para a tomada de decisão, é importante responder alguns questionamentos:

1) Quais são as principais estratégias que envolvem essa decisão?

2) Quais são as armadilhas que envolvem tais decisões?

3) Qual é a prioridade de cada decisão e os motivos que envolvem essas prioridades?

4) Quais os riscos e benefícios que estão envolvidos nesta decisão?

5) Como o cliente está olhando para essa decisão? Essa é a melhor resposta para ele?

E quando a tomada de decisão gera conflitos?

Conflitos e tensões podem surgir quando decisões em grupo são tomadas envolvendo pessoas de diferentes funções ou unidades. Isso ocorre pois as prioridades são diversificadas e um grupo pode ter responsabilidades que o outro desconhece.

Diferentes objetivos geram tensões que, se não esclarecidas, podem desencadear um conflito.

Os conflitos surgem, frequentemente, quando aparecem assuntos sobre orçamentos ou uso de recursos. Ao estabelecer prioridades e projetar orçamentos, é comum que uma equipe, formada por diferentes unidades, discorde do que está sendo proposto. Por isso, antes de apresentar o orçamento a um cliente, defina bem o lucro e as margens de cada um, para não piorar o relacionamento.

Caso as pessoas envolvidas não tenham capacidade para lidar com os conflitos, mecanismos de gestão ajudam a resolver com eficácia possíveis problemas. Empresas que possuem processos bem estabelecidos, conseguem resolver melhor essas situações.

Muitos problemas podem ser resolvidos e soluções podem surgir ao explorar as vantagens e desvantagens das diferentes alternativas presentes nos conflitos. Porém, o líder ou gestor do projeto precisa estar preparado para observar com serenidade e ser um mediador na tentativa de resolvê-los.


Confira também: 7 Personalidades presentes no ambiente de trabalho

Confira também: Descubra se você é um profissional visionário ou tradicional