CEOs e líderes de negócios tem quatro vezes mais chances de serem psicopatas

CEOs e líderes de negócios tem quatro vezes mais chances de serem psicopatas


Muitas pessoas já devem ter pensado, ao menos uma vez, que o chefe era um psicopata, embora não levasse o pensamento a sério. E, na realidade, pode ser que eles sejam de verdade.


Confira também: 10 Características que podem destruir um líder
Confira também: 10 Qualidades que todo bom líder deve ter, segundo a Forbes


O autor Jon Ronson, do best-seller ''The Psycopath Test: A Test Trough the Madness Industry'', afirma em vídeo do portal norte-americano Business Insider que uma a cada 100 pessoas é psicopata, mas 4% dos líderes de negócios e CEOs são psicopatas – quatro vezes mais. ''Você estando nos cargos mais altos tem quatro vezes mais chances de ser um psicopata do que estando na margem'', disse.

Isso acontece porque muitos traços de psicopatas são vantagens no mundo dos negócios, como falta de empatia, autoestima exagerada, falta de remorso, irresponsabilidade e impulsividade. Além disso, passam também a ter o chamado ''efeito raso'', com o qual as emoções e sentimentos das pessoas passam a ser rasos, superficiais e de curta duração.

''O que se vê é que, como seres humanos, não amamos nada mais do que classificar as pessoas que não gostam de nós como insanas. Nada mais do que diagnosticar as pessoas que não gostam de nós como psicopatas'', disse Ronson.

O livro ''The Psycopath Test: A Test Trough the Madness Industry'' trata sobre quais traços de personalidade devemos buscar quando tentamos identificar um psicopata.


Confira também: 5 Bons motivos para aprender um segundo idioma

Confira também: Seu chefe é um bom líder? Conheça seis estilos de liderança