Entenda por que a idade não é uma barreira para aprender novos idiomas

Entenda por que a idade não é uma barreira para aprender novos idiomas


Um dos mitos que mais atrapalham o aprendizado de pessoas mais velhas é a crença de que, com o tempo, o cérebro perde sua capacidade de assimilação de novos conteúdos, como outros idiomas.

No entanto, a ciência vem provando que, ao contrário do que se acreditava antigamente, o cérebro não perde sua habilidade de desenvolver novas conexões, pelo contrário!

Um estudo publicado pelo MIT indicou que adultos que praticaram chinês durante 9 meses tiveram mudanças na estrutura da massa branca do cérebro frente aos voluntários que não estudaram nenhuma língua. Esse resultado mostra que, mesmo mais velhos, os seres humanos podem estabelecer novas conexões neurais e continuar aprendendo.


Confira também: Saiba como se tornar um profissional mais criativo estimulando a sua curiosidade


E essa não é a única prova da neuroplasticidade do cérebro. Outra pesquisa, publicada pela revista norte-americana Neuropsychologia, também chegou a conclusões animadoras. Durante 180 dias os cientistas estudaram, através de testes, a memorização de 20 adultos com idades entre 21 e 30 anos e 12 pessoas mais velhas, variando ente 65 e 80 anos.

De acordo com o estudo ''as descobertas indicam que as experiências dependentes de plasticidade de microestruturas da massa branca se estendem até a idade mais avançada'', confirmando o fato de que os idosos podem – e devem – continuar aprendendo.

Por fim, mas não menos importante, está o fato de que aprender uma segunda língua pode afastar os sintomas de demência por até 5 anos. Ao analisar um grupo de 648 pacientes que sofrem de demência, os cientistas descobriram que aqueles que falavam mais de um idioma desenvolveram os sintomas, em média, 4,5 anos depois daqueles que só conheciam uma língua. Mais impressionante ainda é o fato de que os resultados se mantiveram independentemente de fatores como níveis de educação, sexo e profissão.

Por tudo isso, saiba que nunca é tarde para aprender um novo idioma, basta ter força de vontade e disposição para aprender!