+A +/- -A

5 Dicas eficientes para estudar melhor e aprender mais

5 Dicas eficientes para estudar melhor e aprender mais


A memória é a capacidade psíquica do homem de armazenar suas experiências passadas e relembrá-las. Existem vários tipos, mas duas categorias são mais expressivas: a memória declarativa e a de procedimentos.

A primeira focaliza na capacidade de expor verbalmente os dados armazenados e a segunda, nos que não podem ser expressos. Confira abaixo as principais dicas para estudar melhor, com menos estresse e aprender mais:


Confira também: O melhor livro que Bill Gates já leu


1. Recite enquanto você estuda

Leia em voz altas partes do texto para fixá-lo melhor na sua memória. Este método facilita a percepção de erros de conteúdo, além de ser uma opção mais ativa do que a leitura e a audição, acelerando o processo de aprendizagem. A ideia central é que as passagens que você encontre mais dificuldades sejam lidas em voz alta mais vezes.

2. Anotações

Pessoas visuais têm maior tendência a gravar os conteúdos que leem, por isso devem sempre fazer anotações durante as aulas e leituras. As notas devem conter os pontos principais do conteúdo com as próprias palavras, de maneira clara e concisa.

3. Estude o meio

A parte central da matéria é a que costuma ser mais esquecida pelos alunos. Por isso, é interessante que está fração tenha maior importância na hora da revisão dos conteúdos.

4. Estude antes de dormir

Os conteúdos recém aprendidos são fixados de maneira mais expressiva após uma noite de sono e, por isso, é interessante estudar um pouco antes de dormir, desde que você não esteja mental e fisicamente cansado. O estudo da Universidade norte-americana de Dartmouth mostra que o rendimento é maior nessas condições por causa da interferência retroativa, conceito que define que uma nova informação pode interferir em uma aprendizagem anterior.

5. Conecte ideias

Tente conectar os conteúdos aprendidos com outras ideias, para gerar um conhecimento baseado no entendimento, não em conceitos decorados mecanicamente. Muitos textos não conseguem prender a atenção do aluno por completo, mas, para atingir o nível de conhecimento, você deve voltar às partes complicadas e relê-las. Desta forma, há maiores chances de consolidação do aprendizado.