Como lidar com a mudança de chefe

Como lidar com a mudança de chefe


A felicidade no ambiente de trabalho está ligada a diversos fatores emocionais, como o relacionamento com os colegas, a execução e sucesso nas tarefas cotidianas, o reconhecimento que a empresa oferece através de um bom salário, etc. E ainda, muitos profissionais consideram a figura do líder como fator de identidade e relevância dentro da equipe.

Neste contexto, quando uma mudança acarreta a saída do líder atual, é comum os liderados se sentirem perdidos, principalmente se a relação com o ex-gestor era positiva e produtiva. ''Já presenciei casos onde o colaborador pediu demissão, pois gostava muito do chefe anterior e não conseguiu se adaptar com o estilo novo de gestão. Outro profissional precisou ser transferido para outra área da empresa porque também não sobreviveu à mudança'', conta a master coach, Sandra Menezes.

Este tipo de acontecimento é difícil para ambos os lados, lembra Sandra, por causa das expectativas. ''O novo chefe, inevitavelmente, traz a marca da sua personalidade ao departamento, que muitas vezes nada tem a ver com o que era esperado em comparação ao chefe anterior. E os colaboradores começam a ficar incomodados com o fato de terem que conquistar novamente a confiança e o mérito pelo seu trabalho'', explica a master coach.


Confira também: Você é carismático? Descubra


Atitudes para construir uma nova relação

Segundo o consultor de carreira, Almir Pincinatto, há maneiras de suavizar a transição difícil e impedir que os profissionais comecem com o pé errado. Confira abaixo:

Não faça julgamentos precipitados

Questione as principais prioridades deste novo chefe em relação à área, mostre o quão interessado está em se adaptar com a sua gestão e fale também sobre como o gestor irá considerar todo o histórico de feitos anteriores da sua equipe.

Deixe o passado no passado

Alguma vez pensou ou chegou a dizer ''sempre fiz isto desta maneira, não vou mudar'' quando o gestor lhe pediu para fazer algo diferente? Deixe as palavras negativas fora de seu vocabulário quando isto ocorrer. A menos, claro, que essas sugestões acarretem problemas ou estejam fora da política da empresa.

Tenha uma conversa aberta

Se já sente que o novo chefe tem problemas com você, não fique na defensiva. Inicie a conversa deixando suas percepções claras e pergunte se realmente há algo que ele desaprova. Peça orientações sobre como você pode conduzir melhor o seu trabalho.

Deixe o novo gestor à vontade

Todo mundo fica bastante apreensivo quando começa a trabalhar em um lugar novo, imagine quem tem a responsabilidade de comandar uma equipe. Por este motivo, pense em maneiras de amenizar os impactos provenientes desse primeiro contato. Por exemplo, você finalizou um projeto no qual estava trabalhando há algum tempo e precisa que ele seja aprovado o quanto antes. Anote qualquer informação que possa ajudar o líder a resolver esta questão sem maiores danos.

Aproxime-se

Se possível, convide todos para um almoço, a fim de conhecer mais sobre o novo chefe. No entanto, tenha cuidado para não entrar em assuntos pessoais demais, muitos líderes gostam de manter um véu profissional entre eles e seus liderados. Faça bastantes perguntas de cunho profissional, sobre como foi o seu emprego anterior, por exemplo. Se você for questionado, seja sincero, mas responda com cuidado, prefira ouvir mais ao invés de falar.

Pincinatto acrescenta que se nenhuma dessas atitudes for suficiente para voltar à rotina normal de trabalho, pode-se considerar mudar de área ou, em último caso, pedir demissão. ''A vida é muito curta para ser infeliz 44 horas por semana. E você vai ser infeliz se tiver um estilo de trabalho diferente e não conseguir se dar realmente bem com a troca. Só não se esqueça de considerar cuidadosamente as opções antes de tomar qualquer decisão'', finaliza.