Inimigo no trabalho? Saiba como lidar com ele

Inimigo no trabalho? Saiba como lidar com ele


O trabalho é um dos locais mais propícios para haver conflito. O motivo é simples: pessoas possuem valores e opiniões diferentes, logo, o que é importante para um, nem sempre será para o outro. O que incomoda um, não incomoda o outro.

Mas, o problema não está no conflito e, sim, na consequência gerada por ele. ''O debate de ideias é saudável. No entanto, alguns criam atritos para diminuir a reputação do colega e fazê-lo menos merecedor do que ele, por receio de perder uma posição ou promoção'', disse o especialista em liderança, desenvolvimento humano e performance organizacional, Alexandre Prates. ''E, pouco a pouco, vamos criando inimigos, ou adversários.''


Confira também: Trabalho em equipe: Problemas e soluções


Se você realmente acredita que tem alguém na sua empresa que deseja o seu mal, Prates dá algumas dicas para lidar com esse incômodo. Confira abaixo:



1. Saiba que ter adversários é normal

''Quando as pessoas se incomodam conosco, é sinal de que estamos no destacando'', disse o especialista. Quando a pessoa entrega resultados e é comprometida, a chance de ter alguém com medo de roubar o seu lugar ou ''invejoso'' aumenta.

2. Fortaleça sua reputação

A reputação é o seu maior patrimônio. Contribua com as pessoas, preserve a sua imagem e não entre nas fofocas. ''E, principalmente, faça o seu trabalho de forma extraordinária. Amplie a percepção de valor que as pessoas enxergam em você.''

3. Entregue resultado

Eles te protegem, pois comprovam a sua competência. ''Se você é um grande vendedor, vai ter muitos adversários, mas jamais conseguirão fazer nada contra você. Quem tem resultado, tem credibilidade.''

4. Seja firme e verdadeiro

Não se importe se o adversário é desonesto, falso e dissimulado. Se você agir igual, dará armas para que ele use contra você. Se ele fez uma fofoca a seu respeito, chame-o e esclareça imediatamente. Se ele mente, fale sempre a verdade.

5. Não se desespere

''O sucesso está sempre ao lado de quem faz as coisas certas. Sei que a vontade, muitas vezes, é gritar, brigar, mas isso não ajudará''. Em vez disso, o especialista aconselha manter a calma e não se render às provocações de ninguém.