9 sinais de um ambiente de trabalho ruim

Alguns ambientes de trabalho tornam-se tóxicos, nocivos à nossa vida profissional e pessoal. A baixa satisfação profissional, um clima tenso, a alta rotatividade são algumas das características que se destacam nesses ambientes, que costumam ser gerenciados por um chefe ruim.


Confira também: Saiba se você é um profissional estratégico


E você? Consegue identificar os sinais para saber se o seu ambiente de trabalho é tóxico?

Sinais de um ambiente de trabalho tóxico

O efeito de trabalhar em um lugar ruim é que a saúde do profissional fica em risco. Ele pode sofrer com nervosismo, viver irritado e ter um baixo desempenho diariamente.

Veja outros sinais que ajudam a identificar se a cultura corporativa e o seu local de trabalho não estão atrapalhando a sua vida:

1. Chefe ou tirano? Quando um líder começa a ter um comportamento que oprime seus colaboradores e eles passam a ter que seguir regras excessivas, sobre o que fazer ou não dentro do ambiente, pode ser um sinal de perigo. Alguns péssimos líderes aproveitam seu poder para cometer assédio sexual, fazer comentários racistas, repreender seus funcionários ou intimidá-los

2. Intrigas e conspirações: Os colegas de trabalho devem cooperar e serem unidos. Quando falta o espirito de grupo, um profissional começa a perseguir ou conspirar para a queda do outro, isso gera um grande desconforto no trabalho.

3. Reconhecimento: O crédito deve ser dado a quem realmente realizou o trabalho. Quando os líderes levam os créditos pelo trabalho do outro, é frustrante e desanimador. Para evitar essa situação, documente e registre todos os seus trabalhos e ideias.

4. Excesso de trabalho: Quando um profissional costuma executar trabalhos em excesso, sem nenhum reconhecimento, é um sinal de que algo vai muito mal. Talvez seja hora de procurar um novo lugar para trabalhar.

5. Profissionais insubordinados: Profissionais arrogantes, que não seguem as regras e fazem só o que querem, prejudicam o ambiente de trabalho e podem transformar-se em um problema.

6. Crescimento profissional: Quando a organização não oferece programas ou planos que impulsionem o crescimento profissional, talvez seja hora de buscar um novo desafio. O ideal é que o crescimento, vertical ou horizontal, seja resultado de um crescimento lógico.

7. Comunicação: O ideal é que supervisores e subordinados mantenham uma boa comunicação, de forma que as necessidades e todas as situações sejam esclarecidas. Quando existe espaço para a comunicação, tudo flui melhor.

8. Chefe presente: Claro que todo líder deve estar presente no dia a dia, mas se o seu chefe sai de férias e tem sempre um subordinado tentando puxar o tapete dele… isso não é um bom sinal. O líder deve se fazer presente e ser respeitado, mesmo quando estiver ausente.

9. Sistema único: Em um ambiente de trabalho injusto, as regras costumam ser diferentes e beneficiar certos funcionários. Isso é perigoso e desestimulante. Os subordinados nunca conseguem compreender as prioridades, o que dificulta o alcance das metas.

Se esses sinais fazem parte da sua rotina, procure rápido um novo emprego e não deixe que esse ambiente de trabalho tóxico prejudique seu crescimento profissional e pessoal!


Confira também: É hora de mudar de emprego?

Modelos de Curriculum Vitae (Downloads Gratuitos)

Currículo, emprego e cursos certificados

As 10 pinturas mais famosas do mundo