Fontes de motivação e crescimento da equipe

Fontes de motivação e crescimento da equipe


Ao gerenciar uma equipe, o líder deve conhecer e dominar as teorias e fontes de motivação para conseguir incentivar e impulsionar cada um.

Por que o mundo corporativo fala tanto sobre motivação? Essa dúvida permeia a cabeça de muitos profissionais, que devem se preocupar em conhecer melhor as teorias e ferramentas necessárias para se ‘’auto motivar’’ e motivar sua equipe. Alguns fatores influenciam o comportamento do profissional, beneficiando sua rotina.

Tanto a persistência, quanto o desempenho de um profissional, podem ser impulsionados por ações que influenciam os resultados finais. Essas ações devem mudar e melhorar o comportamento, partir de fatores ambientais, emocionais, de memória, de percepção ou do desenvolvimento cognitivo.


Confira também: Quando e como recompensar funcionários?


Como as teorias motivacionais podem aumentar o sucesso na gestão de equipes



''Motivação'' é uma palavra que deriva do verbo latino movere e significa mover-se.

Ao gerenciar uma equipe, o líder deve se preocupar em ter e manter habilidades que contribuam para a sua capacidade de se manter motivado e motivar seus liderados. Por isso, conhecer teorias motivacionais pode ser uma forma de escolher ferramentas adequadas e descobrir fontes de motivação, base para o desenvolvimento da sua conduta.

A conduta de um líder reflete na equipe, portanto, ter autoconhecimento é fator essencial para o sucesso.

Uma das teorias motivacionais foi desenvolvida por David McClelland, um psicólogo e estudioso. Essa teoria é conhecida como a teoria das necessidades de conquistas pessoais, onde os indivíduos são motivados com a finalidade de evitar falhas na busca pelo sucesso.


Os fatores motivacionais podem ser divididos em 3 categorias:


1. Necessidade de conquistas pessoais;

2. Necessidade de poder;

3. Necessidade de conexão.

Outra teoria importante, que ajuda a detectar atitudes e conhecer as fontes de motivação dos funcionários, é a higiênico motivacional de Herzberg.

Herzberg estudou profundamente os fatores de motivação que influenciam o ambiente de trabalho, apresentando causas de satisfação ou insatisfação.

Essa teoria pode ser aplicada no gerenciamento de projetos, ajudando na construção do sucesso, onde alguns fatores favorecem a conquista da satisfação, como por exemplo, as conquistas pessoais, o reconhecimento, o próprio trabalho realizado, o crescimento, a promoção e a responsabilidade.


Quais são as suas fontes de motivação?


As fontes de motivação não são as mesmas para todos e também não são constantes.

A motivação é um conceito que exibe aspectos variados ao longo de uma carreira. Alguns estudiosos acreditam que, quando o indivíduo apresenta certas necessidades, automaticamente ele apresentará alguns comportamentos que vão favorecer o alcance dessas necessidades.

O estímulo é diferente, pois estímulo é quando agimos de acordo com fatores que desencadeiam um aumento temporário em alguma atividade funcional, já na motivação, existe um conjunto de processos que vão contribuir para manter um comportamento intenso, focado em uma determinada direção.

As fontes de motivação para influenciar a intensidade das atitudes profissionais podem ser de origem comportamental, social, biológica, cognitiva, afetiva, de conexão e espiritual, segundo Huitt W. em Motivation to learn: an overriew. Conquistar a satisfação, no contexto geral, nem sempre é possível, ela pode sofrer um bloqueio que leva à frustração ou à transferência, onde o indivíduo busca substituir sua necessidade, reduzindo essa sensação.


Confira também: Pesquisa de clima organizacional