+A +/- -A

O lugar mais remoto do planeta tem níveis extraordinários de lixo tóxico

O lugar mais remoto do planeta tem níveis extraordinários de lixo tóxico


Atualizado em fevereiro de 2017


Você se lembra do 'Matreiro', vilão do popular desenho dos anos 1990 'Capitão Planeta'? Provavelmente não, já que ele era um personagem sem tanta importância, dublado pelo Martin Sheen (na versão original). Mesmo assim, a mensagem maligna do 'Matreiro' – de que não podemos simplesmente desejar que nossos problemas de poluição sumam – está, neste momento, destruindo ecossistemas no fundo da Fossa das Marianas.


Um novo estudo publicado na Nature Ecology and Evolution identifica ''níveis extraordinários'' de poluentes tóxicos próximo do fundo da fossa, frequentemente chamada de ''o lugar mais remoto do planeta''. As substâncias químicas mais preocupantes são conhecidas como poluentes orgânicos persistentes (POPs), produzidos para serem utilizados em lubrificantes de motor e em materiais retardantes de chama, dos anos 1930 aos 1970. Agora, graças à gravidade e a aterros mal construídos, essas substâncias extremamente terríveis viajaram mais de 9,65 quilômetros até o oceano.

Os POPs são muito ruins por algumas razões. Uma delas é, obviamente, o fato de que são tóxicos para peixes, animais e humanos. A exposição a essas substâncias pode causar doenças, defeitos de nascença e até a morte, mas essa não é sequer a pior parte. Como o nome sugere, as toxinas não se quebram no ambiente. Os POPs também se acumulam nos tecidos de gordura dos organismos, o que significa que eles podem ser passados indefinidamente pela cadeia alimentar. É como se fossem a tempestade perfeita de poluição.

''Ainda pensamos no fundo do mar como sendo esse reino remoto e imaculado, seguro do impacto humano, mas nossa pesquisa mostra que, infelizmente, isso não poderia estar mais distante da verdade'', disse Alan Jamieson, autor principal do estudo sobre os POPs recém-descobertos na Fossa das Marianas. ''O fato de que tenhamos encontrado níveis tão extraordinários desses poluentes realmente torna mais claro o impacto devastador a longo prazo que a humanidade tem causado ao planeta''.

Essa não é a primeira vez que encontramos coisas ruins, produzidas pelos humanos, traçando seu caminho até as trincheiras mais profundas do mundo. No ano passado, outro estudo encontrou evidência de outros poluentes dentro e em volta da Fossa das Marianas. A notícia veio apenas um mês depois de a Universidade de Oxford finalmente desistir de sua busca pelo último pedaço do planeta que não havia ainda sido corrompido pelos humanos.

O que nos leva de volta à referência de 'Capitão Planeta'. O fato de que o retrato hiperbólico de poluição um dia apresentado em desenhos infantis agora é encontra em lugares que não poderiam estar mais distantes das populações humanas é algo que te traz de volta para a realidade. O 'Matreiro' era um vilão porque ele afirmava que cuidava da gestão de resíduos, mas na verdade apenas jogava o lixo onde quisesse. Acontece que, graças aos horrores da química e do desenvolvimento industrial irresponsável, temos feito isso há décadas.