+A +/- -A

Goleiro Bruno diz sonhar com retorno ao futebol: ''é o que almejo para mim''

Goleiro Bruno diz sonhar com retorno ao futebol: ''é o que almejo para mim''


Atualizado em fevereiro de 2017


Solto na última sexta (24) após conseguir um Habeas Corpus via liminar do Superior Tribunal Federal (STF), o goleiro Bruno falou em entrevista à Rede Globo que sonha em voltar ao futebol.


"Independente do tempo que fiquei, se tivesse prisão perpétua no Brasil, não ia trazer a vítima de volta. Paguei e vou recomeçar. Não importa se for no futebol ou em outra área. Que eu vou estar no meio do futebol... é isso que eu almejo para mim", disse Bruno.

Bruno foi autorizado a aguardar o julgamento de seu recurso em liberdade após mais de seis anos preso de forma preventiva. A decisão do STF fez com que alguns clubes de futebol demonstrassem interesse no ex-jogador do Flamengo.

Time da Série A-3 do Paulistão, o Independente de Limeira é um dos clubes que afirmou estar de portas abertas para receber o goleiro Bruno. "A gente queria o Bruno no final do ano passado. Agora, se ele tiver a intenção de treinar com a gente, as portas estão abertas", disse Anivaldo Filho na sexta ao Cultura Coletiva, ele é investidor e marido da presidente do clube, Fatima Emilia Mattos dos Anjos.

O caso Bruno

O goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza estava preso desde 2010, acusado de envolvimento no assassinato de Eliza Samudio. Ele foi condenado em 2013 a 22 anos e 3 meses de prisão, em regime fechado, por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver contra a ex-amante, além de sequestro e cárcere privado do filho que ele teve com Eliza. O jogador recorreu da decisão e estava preso por decisão de primeira instância há quase 7 anos.