+A +/- -A

Tapete gelado vira opção para cães no calor

Tapete gelado vira opção para cães no calor


As altas temperaturas que vem sendo registradas em diversas cidades brasileiras afeta também os animais de estimação. Para tentar aliviar o calor dos cães, muitos donos correram aos petshops atrás de "tapetes gelados".

O produto é um colchonete de nylon, recheado com espuma e gel (não tóxico), que promete refrescar os bichos. O gel interno é ativado com o peso e a pressão do animal, ou seja, começa a funcionar quando o pet está sobre ele. O tapete promete baixar a temperatura entre 6ºC e 10°C em relação à registrada no ambiente.


Segundo as fabricantes, a sensação de frescor dura de três a quatro horas e, após esse período, é preciso deixar o tapete descansar por cerca de 30 minutos antes de ser usado novamente – não é necessário energia elétrica, água nem refrigeração.

Algumas das marcas disponíveis no mercado brasileiro são Akio Fresh, All For Paws (AFP), Chalesco, Ferplast, Jambo Pet e Pet Refresk. Os tapetes são vendidos em diferentes tamanhos (P, M, G e GG), de acordo com o porte do animal. A maioria dos produtos é importada.

Produto falta em algumas lojas

A agência de notícias do Boas Escolhas verificou que o produto estava em falta, desde o final do ano passado, em algumas lojas especializadas e também em lojas virtuais.

Na última semana de dezembro, a reportagem esteve em quatro petshops e não encontrou o produto à venda. Em uma grande rede, de dez lojas apenas quatro tinham o produto disponível, mas apenas nos tamanhos G ou GG e com poucas unidades. Em outra rede, nenhuma das lojas possuía o tapete gelado, segundo a central de atendimento.

Veterinária diz se funciona

O tapete gelado funciona mesmo? Sim, segundo a veterinária Luciana Santos Oliveira, do Hospital Veterinário Santa Inês. Na prática, o acessório diminui de 1ºC a 2ºC a temperatura do animal, segundo testes feitos por ela.

A especialista diz que o acessório tem praticamente o mesmo efeito de quando o animal deita no piso frio, como cerâmica, pedra e porcelanato – só é um pouco mais gelado e pode fazer a sensação de frescor durar mais. Uma vantagem, diz ela, é que o tapete é almofadado, portanto é melhor para as articulações do bicho.

Outras alternativas sugeridas pela especialista são:

Investir em tosas (nas patas ou de todos os pelos);

Colocar cubos de gelo na água oferecida ao animal;

Deixar o pet em local com bastante circulação de ar;

Ventilador também ajuda, assim como ar condicionado, com temperatura entre 21º e 22º.

Os cães têm temperatura corporal mais elevada que os humanos, entre 38ºC e 39,5ºC, segundo a veterinária, e por isso é importante ajudá-los a enfrentar o calor. Os animais de focinho achatado, como os das raças pug e buldogue, sofrem ainda mais com as altas temperaturas e, por isso, exigem atenção redobrada, aconselha.