+A +/- -A

Mãe é presa pelo assassinato do filho adolescente

Mãe é presa pelo assassinato do filho adolescente


Atualizado em janeiro de 2017


A mãe e o padrasto de um jovem foram presos na tarde desta quarta-feira (11) suspeitos de matá-lo e queimar o corpo em Cravinhos (a 292 km de São Paulo). O casal confessou o crime, de acordo com a Polícia Civil.

Imagem: Itaberli (17) e Tatiana (32)


A gerente de supermercado Tatiana Ferreira Lozano Pereira, 32, disse, em depoimento à polícia, que esganou o filho Itaberly Lozano Rosa, 17, e depois deu uma facada no pescoço. O crime ocorreu na madrugada do dia 29 de dezembro no quarto do jovem.

Após o assassinato, a mulher e o marido, o tratorista Alex Canteli Pereira, levaram o corpo de Lozano até um canavial e atearam fogo. Segundo a Polícia Civil, Tatiana falou que o filho era problemático, usuário de drogas e tinha ameaçado de morte ela e o filho caçula.

Já o tio paterno do adolescente afirma que Tatiana (mãe da vítima), não aceitava a homossexualidade do filho.

O corpo carbonizado de Lozano foi localizado na tarde do último sábado (7) em um canavial próximo à rodovia José Fregonesi, em Cravinhos, município com 34 mil habitantes.

No local, os policiais civis encontraram uma pulseira utilizada pela vítima, que tinha sido dada como desaparecida pela avó paterna. Tatiana e Pereira foram transferidos à Cadeia Pública de Cajuru.

A polícia segue com as investigações do caso que chocou a população de Cravinhos, interior de São Paulo.