+A +/- -A

Hong Kong é o lugar mais visitado do mundo; veja o ranking

Hong Kong é o lugar mais visitado do mundo; veja o ranking


Atualizado em janeiro de 2017


A Euromonitor International, instituto de pesquisa de mercado britânico, divulgou nesta quinta-feira (26) a lista anual das 100 cidades mais visitadas por turistas internacionais.

Segundo o ranking, realizado com base nos dados referentes a 2015, as visitas de estrangeiros continuam a crescer nos centros urbanos ilustrando a importância econômica do turismo para diversas cidades mundiais.


No primeiro lugar da lista aparece novamente a cidade de Hong Kong, uma Região Administrativa Especial da China, seguido por Bangcoc, na Tailândia, com uma diferença de mais de 10 milhões de turistas a menos.

Na terceira posição, está Londres, na Inglaterra, com um aumento de 6,8% no número de visitantes. No entanto, apesar do resultado positivo, existem altos níveis de incertezas para os próximos anos, já que o turismo pode ter um forte impacto graças ao Brexit, que implicará a saída do Reino Unido da União Europeia (UE).

No top 10 do ranking também aparece Cingapura (4º); Paris, França, (5º); Macau (6º); Dubai, Emirados Árabes, (7º); Istambul, na Turquia (8º); Nova York, nos Estados Unidos, (9º); e Kuala Lumpur, na Malásia, (10º).

Entre as italianas, Roma é a primeira a aparecer na lista, na 13ª posição, enquanto Milão, é a cidade que registra a maior taxa de crescimento, cerca de 17,9% a mais de visitantes, ocupando o 23º lugar. Veneza está na 33ª posição, e logo abaixo aparece Florença em 36ª.

''Os dados do Euromonitor nos dão apenas uma leitura parcial da atividade e potencial de nosso país. Para obter uma imagem geral, temos que olhar a Organização Mundial do Turismo. No ranking dos destinos turísticos mais visitados por turistas estrangeiros no mundo, a Itália está no quinto lugar", diz Dorina Bianchi, secretária de Turismo da Itália.

Entre as brasileiras, o Rio de Janeiro caiu na classificação devido a uma redução de 28% das chegadas de turistas internacionais, e ficou de fora do top 100. A cidade deve voltar na próxima lista, quando os dados de 2016 forem avaliados, já que o Rio foi a sede dos Jogos Olímpicos.