+A +/- -A

Exame detecta trombose venosa profunda em Marisa Letícia

Exame detecta trombose venosa profunda em Marisa Letícia


Atualizado em fevereiro de 2017


Um exame realizado na tarde de terça-feira (31/1) na ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva detectou a presença de trombose venosa profunda nos membros inferiores, segundo boletim médico do Hospital Sírio-Libanês.


Marisa está internada há uma semana após sofrer um acidente vascular cerebral provocado pelo rompimento de um aneurisma.

Os médicos realizaram a passagem de um filtro de veia cava inferior com o objetivo de evitar a ocorrência de embolia. O quadro clínico permanece estável.

A trombose venosa é causada pela formação de coágulos no interior das veias profundas, sobretudo na região da panturrilha ou coxas. O desprendimento do coágulo pode provocar a obstrução de uma artéria e, consequentemente, embolia pulmonar.

Do ponto de vista cardiovascular, a ex-primeira-dama está estável. Também não há anomalias a coagulação, função renal ou hepática da paciente.

Segundo o hospital, Marisa apresenta "melhora progressiva" nos exames neurológicos realizados.