+A +/- -A

Eike Batista chega ao presídio Ary Franco e pode ficar em cela comum

Eike Batista chega ao presídio Ary Franco e pode ficar em cela comum


Atualizado em janeiro de 2017


O empresário Eike Batista chegou pouco depois das 11h30 desta segunda-feira (30) ao Presídio Ary Franco, em Água Santa, zona norte do Rio. O ex-bilionário desembarcou no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, o Galeão, às 9h54, vindo de Nova York. Ele foi levado até a sede do Instituto Médico Legal (IML), no centro da capital fluminense, para exame de corpo de delito, e deixou o local com escolta policial já em direção ao presídio.


Na chegada ao Ary Franco, dezenas de parentes de detentos que esperavam na fila para a visita gritavam para o empresário, chamando-o de "ladrão". Eike não tem o ensino superior completo, por isso pode ficar em um presídio comum.

O advogado do empresário, Fernando Martins, chegou ao presídio antes do comboio da Polícia Federal que levava Eike. Segundo Martins, ele ainda discutiria com agentes da polícia e Ministério Público Federal para determinar quando o empresário prestaria depoimento. Martins disse que conversaria com seu cliente e tomaria ciência da situação do Eike para decidir estratégia de defesa.

"Estamos tomando as medidas jurídicas cabíveis no sentido de preservar a integridade física dele. A prioridade é preservar a integridade física dele. Não por se tratar do Ary Franco, mas de qualquer instituição", declarou Martins.

O empresário estava foragido desde quinta-feira (26), quando a Polícia Federal tentou cumprir um mandado de prisão preventiva contra ele, como parte da Operação Eficiência, que investiga um esquema de corrupção montado pelo ex-governador do Rio Sérgio Cabral.