+A +/- -A

Como deixar a casa mais fresca no verão

Como deixar a casa mais fresca no verão


Ter uma noite de sono tranquila em pleno verão pode ser uma tarefa difícil sem aquela ajuda amiga do ar-condicionado. Mas existem truques que podem fazer da sua casa ou apartamento um lugar menos abafado nessa estação.


A agência de notícias do Boas Escolhas conversou com arquitetos e decoradores para descobrir como você pode driblar o calorão onde mora e até no que prestar atenção antes de comprar seu imóvel.

Sono fresquinho

A designer Karina Salgado, do escritório Two Design, tem três ideias para refrescar a cama. A primeira é rechear saquinhos plásticos com arroz cru e colocá-los no freezer por no mínimo seis horas. Depois, é só espalhar as embalagens fechadas por baixo dos lençóis, em volta da cama.

Outra dica é embrulhar as roupas de cama em um saco e levar ao congelador por 30 minutos antes de deitar. Na hora de dormir, basta retirar e colocar na cama lençol e fronha: eles estarão fresquinhos, sem estarem molhados. Por último, vale comprar um protetor impermeável de colchão, pois ele ajuda a não esquentar.

De olho na janela

O arquiteto Luis Nishi explica que a incidência direta de raios solares aumenta a temperatura do ambiente e isso pode ser minimizado com a aplicação de uma película adesiva UV nos vidros. O decorador Marcel Steiner indica ainda o uso de persianas de tela solar, que filtram a entrada de calor.

Se você prefere cortinas, Renata Castilho e Camila Buciani, da RCB Arquitetura & Design de Interiores, indicam a escolha de tecidos leves, como voil de linho. Mas sempre sem forro, para não esquentar o ambiente.

Detalhes pela casa

Se você ainda tem lâmpadas incandescentes, Karina indica fazer já a troca pelas de led, pois elas esquentam menos. Outra medida que traz alívio aos moradores é usar um umidificador portátil nos ambientes, para diminuir os efeitos do tempo seco.

Na decoração, Renata e Camila dão toques para não sofrer tanto. "Prefira tecidos naturais, como linho, seda e algodão, do que os sintéticos. Veludo, camurça e couro esquentam muito, por isso, se tiver móveis com estes tecidos o truque é jogar uma capa de sarja por cima, por exemplo".

Está procurando imóvel?

Se você ainda está decidindo onde morar, os especialistas alertam quais pontos analisar para evitar cair em uma cilada – e só depois descobrir que seu lar é quase uma estufa.

"Observe principalmente o fluxo de ventos que incide no imóvel. Isso permite a renovação do ar e a troca do ar quente no ambiente. Pé direito alto e janelas que possibilitam aberturas suficientes de ventilação são mais indicados. Há uma legislação específica no código de obras de cada cidade informando as áreas mínimas de ventilação e iluminação para os cômodos de uma residência", explica Nishi.

Steiner ensina que casas, por tomarem sol direto por cima, esquentam muito mais do que apartamentos. "As melhores opções são apartamentos mais baixos, com sombra e lugares que tenham mais arborização ao redor. Outra coisa boa é ter varanda no apartamento, ela faz um 'chapeuzinho', protegendo do sol. Mas janelas do piso ao teto em loft duplex são um grande vilão do calor: lugares muito envidraçados são um problema".