+A +/- -A

Marina Silva (PSB) declara apoio ao candidato Aécio Neves (PSDB) no 2º Turno

Marina Silva (PSB) declara apoio ao candidato Aécio Neves (PSDB) no 2º Turno


Atualizado em outubro de 2014


Conforme havia sido anunciado com exclusividade pelo Boas EscolhasMarina Silva declarou neste domingo (12/10) apoio ao candidato à presidência da república Aécio Neves (PSDB).


Após uma semana do primeiro turno das eleições, Marina Silva anunciou oficialmente o apoio à candidatura de Aécio Neves (PSDB) na manhã deste domingo. O apoio, que já era esperado, acontece um dia depois do tucano divulgar uma carta de compromissos claramente inspirada nas condições da ex-candidata para apoiar o PSDB.

Marina, que recebeu mais de 22,1 milhões de votos válidos no último domingo (05/10), explicou que esperou os partidos de sua chapa se posicionarem para tomar a sua decisão e negou que a carta de Aécio tenha sido feita em busca do apoio dela.


''Minha posição é divulgada no momento correto, pois tivemos o posicionamento de cada um dos partidos que nos apoiaram no primeiro turno'' – afirmou no começo do evento, ao lado do vice de sua chapa, Beto Albuquerque.


A ex-candidata procurou deixar claro que o apoio é como cidadã e não um acordo ou aliança para governar. Apesar da posição já ser aguardada, o discurso mostrou uma mudança na atitude de Marina que foi mais elogiosa a Aécio do que o esperado.


''Aécio retoma o fio da meada virtuoso e corretamente manifesta-se na forma de um compromisso forte'' – afirmou.


Marina lembrou da importância da contribuição de Fernando Henrique Cardoso para o país, com a estabilidade econômica, e de Luiz Inácio Lula da Silva, com a inclusão social, e afirmou que o Brasil chegou a um momento em que a alternância do poder é necessária.


Ela ainda destacou os compromissos de Aécio com os valores democráticos, reforma política, bandeiras sociais como educação, saúde e reforma agrária, transformação do Bolsa Família em programa de Estado e questões socioambientais.


Marina também irá participar de gravações para a propaganda política do tucano na Rádio e Televisão.



[Leia o posicionamento de Marina Silva na íntegra]